15:02 24 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 01
    Nos siga no

    Os terroristas do Daesh utilizam as táticas diferentes quando planejam seus ataques nos EUA e na Europa, afirmou nesta quinta (28) Jeh Johnson, o secretário de Segurança Interna estadunidense.

    "O principal objetivo do Daesh nos EUA é incentivar as pessoas que moram no país para realizar ataques em seu país <…> É mais conveniente do que usar infiltrados. Não é como na Europa Ocidental, onde eles optaram por uma tática diferente por causa da proximidade do Iraque e Síria", disse Johnson.

    A principal estratégia de prevenção do terrorismo nos EUA, portanto, deve ser a integração dos muçulmanos na sociedade para prevenir a sua radicalização, frisou o secretário de Segurança Interna.

    ​Tanto o atentado de San Bernardino, que causou 14 mortos e 24 feridos em dezembro de 2015, como a massacre em um boate gay em Orlando, que deixou 49 mortos e 53 feridos em junho de 2016, foram cometidos por cidadãos norte-americanos que declararam lealdade ao Daesh.

    A organização terrorista Daesh (proibida na Rússia e reconhecida como terrorista pelo Brasil) autoproclamou-se "califado mundial" em 29 de junho de 2014, tornando-se imediatamente uma ameaça explícita à comunidade internacional e sendo reconhecida como a ameaça principal por vários países e organismos internacionais. Porém, o grupo terrorista tem suas origens ainda em 1999, quando o jihadista da tendência salafita jordaniano Abu Musab al-Zarqawi fundou o grupo Jamaat al-Tawhid wal-Jihad. Depois da invasão norte-americana no Iraque em 2003, esta organização começou a fortalecer-se, até transformar-se, em 2006, no Estado Islâmico do Iraque. A ameaça representada por esta entidade foi reconhecida pelos serviços secretos dos EUA ainda naquela altura, mas reconhecida secretamente, e nada foi feito para contê-la. Como resultado, surgiu em 2013 o Estado Islâmico do Iraque e do Levante, que agora abrange territórios no Iraque e na Síria, mantendo a instabilidade e fomentando conflitos.

    Mais:

    Participação da França pode se tornar 'decisiva' na luta contra Daesh
    Padre de 80 anos tem garganta cortada em novo ataque reivindicado pelo Daesh na França
    Alto comandante do Daesh morto no Afeganistão
    Tags:
    ataque, infiltrados, muçulmanos, sociedade, atentado, terrorismo, tática, Estado Islâmico, Daesh, Jeh Johnson, Síria, Iraque, Rússia, Europa, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar