17:32 28 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    015
    Nos siga no

    Os Estados Unidos consideram que a Rússia apoiará a coalizão internacional na luta contra o grupo terrorista Daesh (Estado Islâmico) na Síria. A declaração é do secretário de Defesa dos EUA, Ashton Carter.

    “Recebo com grande entusiasmo a ideia de que a Rússia possa ser um aliado e passe a fazer coisas boas. Eu penso que isso será bom”, disse Carter durante coletiva de imprensa no Pentágono, ao comentar as perspectivas de cooperação militar entre os dois países na luta contra o Daesh na Síria. 

    De acordo com ele, “existem possibilidades de conseguir isso, o secretário de Estado John Kerry está trabalhando nesta direção”. 

    O Estado Islâimco é hoje uma das principais ameaças à segurança global. Durante três anos, os terroristas jihadistas conseguiram capturar grandes áreas do Iraque e da Síria. 

    Ainda não existe uma frente única contra o Daesh. O grupo terrorista é combatido pelas tropas do governo sírio, apoiado por forças aéreas e espaciais russas, além do exército iraquiano, uma coalizão internacional liderada pelos EUA e os curdos. 

    Mais:

    Líbia pretende se unir à coalizão internacional para combater Daesh
    Turquia permanecerá na coalizão junto aos EUA para combater Daesh
    Interpol se junta a coalizão dos EUA no Oriente Médio
    Oposição síria pede suspensão de atividades da coalizão americana após morte de 140 civis
    EUA analisam informações sobre morte de civis sírios após ataques da coalizão
    Ativistas acusam coalizão americana de matar mais 15 civis na Síria
    Tags:
    EUA, Rússia, Síria, Ashton Carter, Estado Islâmico, Daesh, coalizão internacional, terrorismo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar