08:28 23 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 02
    Nos siga no

    A Federação Internacional de Natação (Fina) anunciou nesta segunda-feira (25) o corte de sete atletas russos dos Jogos Olímpicos do Rio 2016, acusados de não cumprir com as regras antidoping.

    O anúncio foi feito um dia após o Comitê Olímpico Internacional (COI) decidir manter a participação da delegação russa nas Olimpíadas, exceto o atletismo. 

    Os atletas excluídos pela Fina são Nikita Lobintsev, Vladimir Morozov e Daria Ustinova, cujos nomes aparecem no relatório McLaren, e de Mikhail Dovgalyuk, Yulia Efimova, Natalia Lovtcova e Anastasia Krapivina, excluídos pelo próprio Comité Olímpico Russo (COR).

    Uma das favoritas à medalha de natação pela Rússia, Elfimova foi medalhista nos 200m peito dos Jogos de Londres 2012 e é atual campeã mundial dos 100m peito.

    A Federação Internacional de Natação foi a primeira organização a adotar suspensões após o COI ter deixado nas mãos das federações a exclusão de atletas por conta do escândalo do doping. 

    A decisão da Fina foi baseada em três aspectos. Em primeiro lugar, que nenhum atleta apareça no relatório da comissão independente da Agência Mundial Antidoping (Wada). Em segundo, que a inscrição de cada atleta deve ser baseada em testes feitos por laboratórios supervisionados pela própria Fina, e que não tenham sido analisados na Rússia. Por fim, que o comitê russo não deve inscrever nenhum atleta sancionado anteriomente.


    Mais:

    Stepanova recusa convite do COI para ir aos Jogos do Rio como espectadora
    Putin não se envolverá em negociações sobre acesso de atletas aos Jogos Olímpicos
    Decisão do COI de que a equipe russa pode participar nos Jogos desaponta WADA
    Preso último suspeito de ataque nos Jogos Olímpicos 2016
    Equipe russa autorizada a participar dos Jogos Olímpicos no Rio
    Tags:
    doping, Rio 2016, Jogos Olímpicos, Wada, Comité Olímpico Internacional (COI), Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar