14:07 03 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 32
    Nos siga no

    A atleta russa que denunciou o esquema de doping na Rússia, Yulia Stepanova, disse nesta segunda-feira (25) que não aceitará o convite do Comitê Olímpico Internacional (COI) para participar dos Jogos Rio 2016 como espectadora.

    Ela e seu marido, ex-funcionário da agência antidoping da Rússia (RUSADA), foram os principais responsáveis por revelar a um canal de TV da Alemanha, em 2014, sobre um amplo esquema de dopagem na Rússia, que culminou na suspensão do atletismo russo das competições internacionais deste ano.

    No domingo (24), o COI decidiu proibir a participação de Stepanova nas Olimpíadas, seguindo um conselho do Comitê de Ética da organização.

    "Nós nunca vazamos as informações [sobre o programa de doping russo) com a intenção de obter convites de espectadores para o Rio", disse o casal em uma carta ao diretor-geral do COI, Christophe de Kepper, após o anúncio da decisão.

    "Nós respeitosamente recusamos o convite como espectadores, mas pedimos gentilmente a vocês que deem a Yulia o tratamento justo que ela merece", afirma a carta, citada pela Reuters.

    Mais:

    Nota do comitê organizador da Rio 2016 defende tolerância zero em doping de atletas
    WADA devolve credencial ao Laboratório Brasileiro de Controle de Dopagem
    Denunciante de doping no atletismo russo vai competir no Rio-2016
    Tags:
    doping, informante, atletas, espectadores, participação, Jogos Olímpicos, Olimpíadas, Rio 2016, Agência Mundial Antidoping, WADA, Comité Olímpico Internacional (COI), Yulia Stepanova, Rio de Janeiro, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar