09:49 08 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Bandeira de Israel

    Ministra de Israel não irá à abertura da Olimpíada devido a preceitos judaicos

    © REUTERS / Ammar Awad
    Mundo
    URL curta
    36103
    Nos siga no

    A ministra do Esporte de Israel Miri Regev anunciou que não participará da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro em 5 de agosto porque "não quer ofender" os cidadãos religiosos do seu país que observam o Shabat.

    A informação respetiva foi dada pelo jornal Hamodia.

    O Shabat (sábado) é o sexto dia da semana no judaísmo no qual, de acordo com o principal livro santo desta religião, a Torá, é necessário se abster completamente de qualquer trabalho. Em particular, neste dia não se pode usar transportes, aparelhos eletrônicos ou elevadores. Segundo o calendário judaico, este dia começa na noite da sexta-feira.

    "O Shabat, nosso dia nacional de descanso, é um dos mais importantes presentes dados pelo povo judaico à cultura humana. Na qualidade da representante do Estado de Israel – o único estado judeu no planeta, eu, infelizmente, não poderei participar da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos porque isso exigiria a violação do Shabat", informou a edição citando a ministra.

    Enquanto isso, a própria Regev não observa o Shabat. Porém, devido ao fato de ela "representar todos os cidadãos do país", a ministra procedeu desta forma porque não quer ofender os cidadãos religiosos de Israel.

    A cerimônia de abertura deve encerrar na sexta-feira à noite, até essa hora o Shabat (tradicionalmente contado a partir do crepúsculo) já começará, enquanto o caminho de carro a partir do hotel onde Regev estará hospedada até o estádio Maracanã, local do evento, leva cerca de uma hora. Mas, seguindo a doutrina judaica, já não se poderá usar transporte e, segundo escreve a mídia, percorrer todo o roteiro a pé "não será possível".

    Por seu turno, o Ministério da Cultura e Esporte de Israel se dirigiu ao Comitê Olímpico do Brasil com uma solicitação de encontrar um hotel mais próximo ao local da cerimônia. Mas isso não foi possível de fazer por questões de segurança.

    Mais:

    COI: ministro dos Esportes russo não receberá credencial para os Jogos Olímpicos do Rio
    Paes: Rússia tem que vir e conquistar muitas medalhas nos Jogos Olímpicos
    Tags:
    religiosos, cerimônia, abertura, Maracanã, Jogos Olímpicos, Ministério do Esporte, Israel, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar