18:20 08 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    1343
    Nos siga no

    A Coalizão Nacional Síria pediu aos Estados Unidos e seus aliados para suspender os ataques aéreos na república árabe, após a constatação de 140 mortes de civis em apenas dois dias de operações.

    Na última segunda-feira, bombardeios realizados por aviões dos EUA na Síria provocaram pelo menos 20 baixas entre a população não combatente de Manbij. Um dia depois, aeronaves francesas mataram outros 120 civis durante uma missão na vila de Toukhan Al-Kubra, perto da fronteira com a Turquia.

    Mais cedo, o Ministério das Relações Exteriores da Síria enviou cartas à secretaria geral das Nações Unidas e ao Conselho de Segurança exigindo ações imediatas contra a missão da OTAN no país. Damasco pediu que a ONU investigue as atrocidades cometidas por França e Estados Unidos como parte das operações da coalizão militar liderada por Washington. 

    Mais:

    Cidade síria próxima a Golã é bombardeada; relatos apontam ataque de Israel ou da al-Nusra
    Ataques da coalizão internacional matam mais 60 civis na Síria
    Ativistas acusam coalizão americana de matar mais 15 civis na Síria
    Tags:
    civis, Conselho de Segurança da ONU, ONU, OTAN, Damasco, Washington, Toukhan Al-Kubra, Manbij, França, EUA, Turquia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar