11:45 22 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    O exército sírio durante um combate no bairro de Salamiya da província de Hama (foto de arquivo)

    Missão Impossível: exército sírio mantém controle de Kinsabba (VÍDEO)

    © Sputnik/ Morad Saeed
    Mundo
    URL curta
    0 272

    As hostilidades no norte da Síria prosseguem agora sob outro cenário. Os terroristas da Frente al-Nusra concentram as suas forças para tomar o controle da cidade estratégica de Kinsabba, na província de Latakia.

    Os militantes transformaram o subúrbio de Kinsabba, composto por montes e barrancos, em um campo de minas ininterrupto para pressionar o exército sírio, após a retoma por este do controle da cidade alguns dias atrás. 

    A operação de reconquista de Kinsabba incluiu o avanço do exército governamental para a cidade por colinas através dos castelos de Shalaf e Tubal. Depois de perder Kinsabba, os terroristas organizaram imediatamente um contra-ataque e até realizavam tentativas fracassadas de retomar controle da cidade durante a noite. Mas os soldados sírios estavam preparados para tal cenário e conseguiram manter as suas posições.    

    Tal tentativa por parte dos militantes da Frente al-Nusra de recuperar a cidade, situada no norte da Síria, pode ser explicada por duas razões: em primeiro lugar, para o Exército, Kinsabba é considerada a “porta de acesso” às Montanhas Curdas, na fronteira com a Turquia, e, em segundo lugar, Kinsabba está situada na autoestrada Latakia-Aleppo, o que possibilitará ao exército da Síria preparar operações terrestres  partir desta cidade para a retomada da cidade de Idlib e seus arredores. 

    Um dos comandantes do Exército Árabe da Síria em seu comentário à agência Sputnik chamou a batalha por Kinsabba de “carnificina”, na qual os militantes usam a tática de tomada da cidade com um grande número de homens-bombas. 

    “Mas eles não têm chances porque Shalaf e Tubal foram tomadas sob o nosso controle e, sem elas, é impossível conquistar a cidade de Kinsabba. Quando o nosso exército estava tomando Kinsabba, usávamos o tempo todo ciladas em montanhas para reduzir tanto quanto possível o número de terroristas”, acrescentou o militar.

    Segundo ele, o apoio da Força Aérea síria foi muito importante porque os jatos militares atacavam os alvos terroristas, garantindo vantagem à infantaria para o avanço em direção de Kinsabba. 

    Desde o início da semana, a artilharia e lança-foguetes do exército sírio atacam sem parar os veículos minados e comboios de veículos de combate de militantes que se aproximam de Kinsabba provenientes de Idlib para apoiar os terroristas da Frente al-Nusra. 

    A agência Sputnik publica imagens exclusivas das hostilidades:

    Tags:
    confrontos, exército, Frente al-Nusra, Latakia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik