15:15 23 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Homens procuram por sobreviventes sob os escombros de um edifício danificado após um ataque aéreo em Aleppo, na área de Qadi Askar, em 8 de julho de 2016.

    Ataques da coalizão internacional matam mais 60 civis na Síria

    © REUTERS/ Abdalrhman Ismail
    Mundo
    URL curta
    0 77819

    Cerca de 60 civis, incluindo mulheres e crianças, foram mortos nesta terça-feira na Síria em bombardeios realizados pela coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos, segundo informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

    De acordo com a organização, os civis teriam sido confundidos com militantes jihadistas quando tentavam fugir dos ataques à localidade de Al Tukhar, na província de Aleppo. 

    "Aparentemente, se trata de um erro", afirmou o diretor da OSDH, Rami Abdel Rahman, citado pela AFP. "Há ao menos 56 civis mortos, incluindo 11 crianças, e dezenas de feridos, alguns muito graves".

    O observatório também acusou a aviação russa de matar outros 21 civis, na cidade de Atareb, também em Aleppo, nesta terça-feira. 

    Mais:

    Iraque se oferece para mediar relações entre Síria e Turquia
    Exército libanês ataca terroristas na fronteira com a Síria
    Síria: Rússia registra mais três violações ao cessar-fogo
    Tags:
    jihadistas, AFP, OSDH, Rami Abdel Rahman, Atareb, Al Tukhar, Aleppo, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik