16:54 20 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu

    Netanyahu ameaça Hezbollah com 'punho de ferro'

    © AFP 2017/ SEBASTIAN SCHEINER
    Mundo
    URL curta
    221137310

    O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu disse nesta terça-feira (19), em uma cerimônia marcando os 10 anos desde a guerra com o Hezbollah, que o grupo militante libanês vai enfrentar um "punho de ferro" se atacar Israel novamente.

    De acordo com o premiê, a guerra de um mês que Israel travou em 2006 com o grupo apoiado pelo Irã foi justificada para proteger os israelenses de uma ameaça islâmica radical às suas portas. 

    Netanyahu disse ainda que qualquer um que ouse atacar Israel novamente enfrentaria uma "resposta vigorosa". 

    O conflito de 2006 matou cerca de 1.200 libaneses, incluindo centenas de civis, e cerca de 160 israelenses, a maioria soldados. Os ataques aéreos israelenses danificaram severamente a infraestrutura do Líbano, enquanto o Hezbollah disparou milhares de foguetes contra Israel.


    Mais:

    Tropas irregulares iraquianas pedem ajuda do Hezbollah
    Hezbollah anuncia eliminação de 600 terroristas em Aleppo desde início de junho
    Major-general: Israel está mais pronto do que nunca para guerra com Hezbollah
    Tags:
    2006, conflito, punho de ferro, guerra, Hezbollah, Benjamin Netanyahu, Líbano, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik