02:28 20 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Militares na parte histórica de Palmira liberada dos terorristas do Daesh, Síria, maio de 2016

    Síria e Rússia liberaram mais de 12 mil km quadrados ocupados pelos terroristas

    © Sputnik / Maksim Blinov
    Mundo
    URL curta
    0 133
    Nos siga no

    Os esforços conjuntos do Exército sírio e da Força Aeroespacial da Rússia asseguraram a liberação de mais de 12 mil km quadrados e 150 cidades sírias dominadas pelos terroristas do Daesh, afirmou o ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, em uma conferência dedicada aos resultados político-militares da ação das Forças Armadas na Síria.

    "Com o apoio intenso da aviação e da artilharia das forças russas, as tropas sírias liberaram 586 povoações, inclusive 150 cidades e mais de 12 mil km quadrados de território. Isso permitiu o retorno de mais de 264 mil refugiados para os locais da sua residência permanente", afirmou Shoigu.

    Segundo o ministro, o governo recuperou o controle sobre alguns campos petrolíferos e de gás. Também foram liberadas as cidades de Palmira e Al Qaryatayn, que têm um papel estratégico.

    "O que é de maior importância é que foi posto termo à expansão das atividades dos grupos terroristas para outras zonas", acrescentou o ministro.

    A operação da Força Aeroespacial da Rússia na Síria alterou o equilíbrio de forças a favor do governo legítimo do país, as rotas de abastecimento dos terroristas foram bloqueadas e grandes grupos armados nas regiões de Hama e Homs foram derrotados. Os terroristas são expulsos de Latakia e dos territórios ao redor de Damasco, disse Shoigu.

    O ministro da Defesa russo comunicou ainda que foi eliminado um significativo número de terroristas oriundos da Rússia que se haviam juntado ao Daesh.

    Agora a Rússia está tratando de reestabelecer a prontidão militar das Forças Armadas sírias e realiza treinamentos das suas tropas.

    Há que lembrar que, desde 12 de julho, os caças da Força Aeroespacial russa realizaram mais de 50 ataques contra instalações terroristas na Síria.

    Mais:

    Adversários de Assad pretendem acusar a Rússia de usar armas químicas na Síria
    Pentágono colaborará com Moscou na Síria se a Rússia "fizer as coisas certas"
    EUA planejam estabelecer na Síria centro de operações conjuntas com Rússia
    Assad: guerra civil na Síria pode acabar nos próximos meses
    Novo primeiro-ministro da Síria pretende desenvolver relações com Rússia
    Tags:
    aviação, tropas, liberação, cooperação, Força Aeroespacial da Rússia, Rússia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar