00:43 10 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 11
    Nos siga no

    Os países-membros da OSCE, bem como os Estados-parceiros da organização, não podem ser amedrontados por assassinatos e violência, anunciou o secretário-geral da OSCE Lamberto Zannier ao comentar o atendado em Nice que deixou mais de oitenta mortos.

    Na quinta-feira à noite o motorista de um caminhão atropelou a multidão de pessoas que se juntaram na calçada marítima de Nice para ver a queima de fogos por ocasião do Dia da Tomada de Bastilha. Segundo testemunhas, o caminhão fez ziguezagues sem parar atropelando as pessoas ao longo de dois quilómetros de calçada. O atacante também abriu fogo e em seguida foi liquidado pela polícia. No ataque foram mortas 84 pessoas, tendo o presidente francês François Hollande chamado o ato de atentado terrorista.

    Em véspera do atentado, a embaixada da França na Turquia tinha anunciado que as missões diplomáticas em Ancara e Istambul estão fechadas por motivos de segurança até receberem instruções respetivas.

    "Fiquei triste e chocado pelo atentado em Nice. Nós, na OSCE, em solidariedade, nos colocamos ao lado das famílias das vítimas e do povo francês. Os participantes da OSCE e seus parceiros não serão amedrontados por assassinatos e violência. Vamos trabalhar juntos para superar essa catástrofe", declarou Zanier.

    Por seu turno, o presidente da OSCE e ministro das Relações Exteriores da Alemanha Frank-Walter Steinmeier lembrou que o dia, que deveria ter sido dedicado à alegria e orgulho da nação francesa, virou uma tragédia.

    "A morte levou muitas pessoas das cerimônias pacíficas de uma forma cruel e insensível, muitas delas estão lutando por suas vidas. Nossos pensamentos e nossas condolências estão com as vítimas, suas famílias e o povo francês. Compartilhamos o pesar da França, nestas horas escuras nós estamos ombro com ombro", acrescentou Steinmeier.

    Mais:

    Terrorista em Nice era morador da cidade de origem tunisina
    Dilma e Temer lamentaram ataque em Nice
    Tags:
    caminhão, condolências, terrorista, atentado, Ministério das Relações Exteriores, OSCE, Lamberto Zannier, Frank-Walter Steinmeier, François Hollande, Turquia, Nice, Alemanha, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar