19:24 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    O predio de Citibank

    Maduro falou sobre novo ataque dos EUA contra Venezuela

    © flickr.com/ Metropolico.org
    Mundo
    URL curta
    1104
    Nos siga no

    O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, qualificou o encerramento das contas do Banco Central da Venezuela e do Banco de Venezuela pelo grupo financeiro Citibank como um novo ataque estadunidense contra o país.

    O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro.
    © REUTERS / Carlos Garcia Rawlins
    "Isso se chama de agressão econômica, agressão financeira e bloqueio financeiro e tenho certeza de que isso não poderia ser feito sem a aprovação dos Estados Unidos. É um ataque imperialista, uma guerra econômica, mas eu quero dizer que não existe um império na terra que possa colocar o povo venezuelano de joelhos, <…> tem que dar uma lição a esses impérios e, o que é mais importante, nós vamos fazê-lo", acrescentou o presidente falando na televisão nacional.

    O Citibank suspendeu por 30 dias algumas operações bancárias na Venezuela, diz o comunicado de Citigroup, enviado por e-mail na segunda (11).

    Mais:

    Paraguai cobra gestos democráticos da Venezuela
    Guerras de papel higiênico na Venezuela ganham força
    Mercosul adia decisão sobre presidência da Venezuela no bloco
    Tags:
    decisão, agressão, guerra econômica, imperialismo, contas, bloqueio, banco, Nicolás Maduro, EUA, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar