16:33 21 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA Barack Obama.

    Parlamentar russo: ambições de Obama são obstáculos para cooperação entre Rússia e EUA

    © REUTERS/ Carlos Barria
    Mundo
    URL curta
    0 33612

    A cooperação entre a Rússia e os Estados Unidos na Síria é possível, mas é prejudicada pelas ambições do presidente dos EUA, Barack Obama. A opinião é do chefe do Comitê de Defesa da Duma de Estado, Vladimir Komoedov.

    "Em 1944 e 1945, realizamos operações conjuntas, começando com o desembarque na Normandia, e parece que ajudamos uns aos outros, por que não podemos fazer isso agora? A barreira do idioma não é um obstáculo, e o único obstáculo é a ambição dos líderes, e particularmente de um, que é prêmio Nobel da Paz", disse ele.

    "É o que vemos agora, se antes os EUA dedicavam às suas atividades na Europa Oriental em torno de 750 milhões de dólares, agora esses mesmos líderes, com a desculpa da ameaça russa,  pediram mais de cinco vezes a mais, aumentando para 4 bilhões de dólares o valor do orçamento para a realização dessas manobras, práticas, transferência de forças, etc", disse Komoedov.

    Anteriormente,  ojoranl The Washington Post relatou que a administração do presidente dos EUA, Barack Obama, poderia propôr à Rússia a criação de um novo centro para coordenar a operação aérea contra o grupo terrorista Frente al-Nusra em território sírio.

    Os EUA oferecem trocar dados de inteligência com a Rússia e, se ambas as partes chegarem a acordo, coordenar as ações para autorizar "operações integradas".

    Segundo o plano norte-americano, o Grupo de Implementação Conjunto será estabelecido perto de Amã, capital da Jordânia.

     

     

    Mais:

    EUA planejam estabelecer na Síria centro de operações conjuntas com Rússia
    Rússia: EUA não estão prontos para chegar a acordo sobre questões controversas
    'Se Pyongyang não existisse, EUA inventariam outra coisa para conter a Rússia'
    Embaixada dos EUA se recusa a comentar status de diplomatas deportados da Rússia
    Casa Branca: EUA reconhecem que Europa é prejudicada por sanções contra Rússia
    Tags:
    cooperação, Duma de Estado, Barack Obama, Síria, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik