07:16 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Nicolás Maduro, presidente da Venezuela

    Nicolás Maduro declara controle militar dos portos na Venezuela

    © REUTERS / Palácio de Miraflores
    Mundo
    URL curta
    0 123
    Nos siga no

    O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nesta terça-feira que os portos marítimos do país passarão a ser controlados pelo exército, no âmbito do plano de combate à crise econômica.

    "Hoje assumimos controle de cinco portos fundamentais do país: Guanta, La Guaira, Puerto Cabello, Maracaibo e Guamache", anunciou Maduro em programa da TV nacional.

    Na segunda-feira, Maduro delegou às forças armadas a coordenação da distribuição de produtos e de medicamentos, no âmbito do plano de combate à escassez de produtos essenciais no país que vive uma dura crise econômica. O presidente criou um novo órgão, que controlará a compara, a venda e a distribuição de produtos alimentícios, medicamentos, produtos de higiene pessoal e de produtos de limpeza. O órgão será chefiado pelo ministro da Defesa, Valdimir Padrino.

    O chefe de Estado da Venezuela decidiu nomear "uma autoridade única para cada um desses cinco portos" e designou o general Efraín Velasco Lugo como presidente da estatal Bolivariana de Portos, ente que administra as instalações de carga marítima do país. 

    "Com esses nomeações os portos começarão a operar como devem", disse Maduro. Em primeiro lugar, o controle militar do portos e de uma série de empresas no país deve permitir vencer o cáos, que colabora para a corrupção, disse o presidente. Especialistas destacam que um dos objetivos das inspeções, que começaram a ser realizadas nos portos, é verificar a real quantidade de produtos importados.

    Mais:

    Paraguai cobra gestos democráticos da Venezuela
    Mercosul adia decisão sobre presidência da Venezuela no bloco
    Chanceler da Venezuela aparece na cúpula do Mercosul inesperadamente
    Oposição pede ajuda do Vaticano para mediar diálogo na Venezuela
    Tags:
    Exército, portos, Efraín Velasco Lugo, Vladimir Padrino López, Nicolás Maduro, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar