13:57 16 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Mulheres yazidis curdas durante manifestação contra o Daesh, Iraque, 3 de agosto de 2015

    Daesh luta contra contraceptivos

    © AP Photo / Seivan M.Salim
    Mundo
    URL curta
    Crueldades do Daesh (33)
    0 25
    Nos siga no

    O Daesh, no contexto de suas últimas derrotas militares no Iraque, está tentando pressionar mais fortemente os habitantes da cidade de Mossul, que representa o último grande suporte dos terroristas no Iraque.

    Os militantes do Daesh (proibido na Rússia) decidiram não só fazer proibições absurdas de usar televisão via satélite, mas, além disso, eles proibiram a venda de contraceptivos em todas as farmácias.

    Um habitante local de Mossul disse à agência Sputnik que os militantes do Daesh ameaçam de morte todos os proprietários de farmácias que vendam quaisquer meios de prevenção da gravidez ou preparados que provoquem aborto.

    "Os militantes do Daesh querem com esta proibição evitar os casos em que uma mulher estuprada por eles se queira livrar do feto que eles deixaram no seu ventre. Assim, os terroristas querem se multiplicar maciçamente em perspectiva de longo prazo, esperando por uma futura geração", disse um habitante.

    Segundo ele, foi mesmo para a reprodução em massa que o Daesh trouxe para o Iraque as mulheres estrangeiras, para conceber tantos filhos quanto possível e ter ao seu dispor uma numerosa geração mais jovem no futuro. Como é sabido, o Daesh recruta, desde os primeiros dias que apareceu, e dá armamento a crianças do Iraque e da Síria, e muitas vezes estas crianças lhe servem de escudos humanos durante as operações ofensivas das tropas governamentais.

    Os combatentes que estupraram mulheres fugirão, mais cedo ou mais tarde, durante a liberação das cidades, mas as inúmeras quantidades de crianças nascidas vão ser sustentadas por mães solteiras ou pelo Estado.

    Por sua vez, o porta-voz da Milícia Popular da província de Nínive, Mahmud Al-Surji, disse à agência Sputnik, que as tropas iraquianas estão realizando um avanço ativo nas fronteiras sul da cidade de Mossul para liberar a cidade o mais cedo possível.

    "Dezenas de terroristas foram mortos e vários foram presos durante a recente operação de liberação da base militar de Qayyarah", disse Al-Surji.

    Ele acrescentou que perto da cidade de Hammam Al-Alil, os militantes do Daesh executaram 30 dos seus terroristas, que fugiram do campo de batalha durante a liberação de Qayyarah. Entre os terroristas executados havia quatro mulheres do Daesh.

    Tema:
    Crueldades do Daesh (33)

    Mais:

    Grupos armados de mulheres yazidis lutam contra terroristas de Daesh
    Seis bombardeiros idos da Rússia atacam Daesh na Síria
    Daesh perde um quarto de seu território na Síria e no Iraque desde 2015
    Tags:
    estupro, Daesh, Iraque, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar