02:41 26 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    O Secretário-geral da OTAN Jens Stoltenberg

    OTAN anunciou temas que Aliança pretende discutir com Rússia

    © AFP 2017/ ADEM ALTAN
    Mundo
    URL curta
    As decisões da OTAN em Varsóvia (17)
    1880010

    A agenda da reunião do Conselho Rússia-OTAN ao nível de representantes permanentes vai incluir a crise na Ucrânia, a questão da transparência e redução de riscos de incidentes armados e a situação no Afeganistão, afirmou à RIA Novosti o representante da Aliança nesta segunda (11).

    Nas margens da cúpula da OTAN em Varsóvia, um representante da Aliança disse a jornalistas que durante os próximos dois dias as partes vão coordenar a agenda da reunião.

    "O secretário-geral da OTAN afirmou, em 6 de julho, que a discussão será concentrada na crise na Ucrânia e na necessidade de plena implementação dos acordos de Minsk, nas atividades militares, com ênfase na transparência e redução de riscos, bem como na situação de segurança no Afeganistão", disse ele.

    De acordo com o representante da Aliança, a agenda foi coordenada entre a Rússia e a OTAN.

    Ele também lembrou as palavras do secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, que o encontro vai ajudar a "informar a Rússia sobre as decisões que nós [países da OTAN] tomámos na cúpula".

    Por sua vez, Aleksandr Grushko, o representante permanente da Rússia na OTAN, comunicou aos jornalistas em 6 de julho que na reunião "a principal atenção será prestada à questão da segurança militar no âmbito das decisões que estão sendo preparadas para aprovação na cúpula da OTAN em Varsóvia".

    Segundo ele, o lado russo espera "uma conversa franca e séria". Grushko acrescentou que a Rússia e a OTAN continuarão a troca das opiniões sobre a situação na Ucrânia e no Afeganistão.

    A reunião do Conselho Rússia-OTAN será realizada em Bruxelas em 13 de julho.

    Tema:
    As decisões da OTAN em Varsóvia (17)

    Mais:

    'OTAN se fortalece ao ajudar a Ucrânia'
    Rússia quebra unanimidade entre membros da OTAN
    Chancelaria russa: 'OTAN está tentando conter ameaça inexistente vinda do Leste'
    Tags:
    negociações, cúpula, OTAN, Aleksandr Grushko, Jens Stoltenberg, Europa, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik