17:07 20 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, durante a cúpula da OTAN em Varsóvia

    Mídia: Ucrânia não adere à OTAN porque Ocidente quer aproximação com Rússia

    © REUTERS/ Kacper Pempel
    Mundo
    URL curta
    0 110352

    O portal de informações online EurActiv escreve que a perspectiva de adesão da Ucrânia à OTAN parece 'mais distante do que nunca'.

    A Aliança do Atlântico Norte, depois da reunião da comissão Ucrânia-OTAN em Varsóvia, aprovou um pacote universal da ajuda para a Ucrânia que prevê medidas adicionais em 40 direções.

    "A Ucrânia conseguiu obter promessas para ajuda futura na cúpula da OTAN de sábado, mas a perspectiva de adesão de Kiev à união militar liderada pelos EUA parece mais distante do que nunca", se lê no artigo.

    O artigo também trata de vários países da UE e da OTAN que, depois dos dois anos de sanções contra a Rússia, apelam para um abrandamento e ao mesmo tempo nesses países cresce "uma falta de paciência por causa do progresso lento da Ucrânia nas áreas de modernização da economia e luta contra a corrupção".

    Segundo o presidente dos EUA Barak Obama a Aliança mantem uma política de "portas abertas" para países que correspondam aos critérios da OTAN. Ele lembrou que o Montenegro iria aderir à Aliança, mas não mencionou a Geórgia e a Ucrânia, que também expressaram seu desejo em entrar na Aliança.

    Mais:

    'OTAN se fortalece ao ajudar a Ucrânia'
    Stoltenberg: entrada da Ucrânia na OTAN deve ser decidida apenas pelos dois lados
    Ministro do Exterior polonês: OTAN começa a ver necessidade de integrar a Ucrânia
    Tags:
    adesão, sanções, Cúpula da OTAN, OTAN, Pyotr Poroshenko, Barack Obama, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik