21:04 22 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    A ministra das Relações Exteriores da Venezuela, Delcy Rodríguez, foi flagrada na entrada de uma sala de eventos onde se discute em 11 de julho de 2016 a transição da presidência rotativa no Mercosul para o seu país

    Chanceler da Venezuela aparece na cúpula do Mercosul inesperadamente

    © AP Photo/ Matilde Campodonico
    Mundo
    URL curta
    0 95991

    Delcy Rodríguez, a ministra das Relações Exteriores do Mercosul, apareceu na porta da chancelaria uruguaia, onde a sua presença não estava prevista.

    Na entrada do ministério, Rodríguez comentou que "não adianta atender aos maus modos da direita".

    O evento em questão é uma reunião de chanceleres do Mercosul dedicada à Venezuela.

    A posição do país na organização tem sido objeto de discussão ardente nos últimos 10 meses. Primeiro, o novo governo da Argentina, composto pelo presidente Mauricio Macri, insistia na saída do país da organização. Depois, quando em Caracas foi eleita uma Assembleia Nacional com maioria da oposição, Macri reduziu o grau da polêmica.

    Depois, com a ascendência no Brasil ao poder do governo interino, o mesmo começou sugerindo uma redução dos poderes da Venezuela dentro da organização, até o ponto de José Serra, chanceler interino, se reunir com o seu colega uruguaio, Rodolfo Nin Novoa, com o objetivo de persuadi-lo a não entregar a presidência temporária à Venezuela, com o que a parte uruguaia não quis concordar.

    Mais:

    Senadora Gleisi Hoffmann acusa governo Temer de colocar o Mercosul em risco
    Deputado denuncia ação do Brasil para impedir Venezuela de assumir presidência do Mercosul
    Mercosul convoca reunião de chanceleres para discutir crise na Venezuela
    Tags:
    Mercosul, Delcy Rodríguez, Venezuela, Uruguai
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik