19:41 20 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    O Presidente russo Vladimir Putin e seu homólogo turco Recep Tayyip Erdogan

    Normalização entre Rússia e Turquia 'não será tão fácil'

    © Sputnik / Michael Klimentyev
    Mundo
    URL curta
    0 81
    Nos siga no

    Além de questões de economia e turismo, a normalização das relações entre a Turquia e a Rússia inclui uma série de questões informais como, por exemplo, a crise síria. Ambos os países devem superar suas contradições e cooperar. No entanto, o processo não será fácil, se lê num artigo em um jornal turco.

    Avião norte-americano decola da base aérea Incirlik, na Turquia
    © AP Photo / Krystal Ardrey/Força Aérea dos EUA via AP
    Depois do abatimento em Novembro de um bombardeiro russo na Síria por um caça turco, as tensões entre Moscou e Ancara se aprofundaram. As consequências mais sensíveis do incidente foram as medidas de resposta por parte da Rússia, em particular a proibição de turistas russos de viajar para a Turquia, que foi seu destino favorito durante muitos anos.

    No entanto, a economia, o comércio e o turismo são apenas a ponta do iceberg. Uma reconciliação entre Moscou e Ancara não será fácil e levará a esforços políticos e diplomáticos significativos, se lê num artigo no jornal turco Hurriyet.

    A normalização entre Moscou e Ancara começou depois do presidente turco Recep Tayyip Erdogan enviar uma carta ao presidente da Rússia e os líderes terem uma conversa telefônica, após sete meses de silêncio, que foi avaliada pela mídia turca como "muito produtiva e positiva". Moscou cancelou a proibição de viajar para os turistas e uma série de restrições para empresários turcos. Os dois países também concordaram em trabalhar em conjunto numa série de questões, incluindo a Síria.

    "Moscou e Ancara procuram uma reconciliação que não prejudique a imagem de cada país. A carta de Erdogan a Putin era sagaz. Moscou percebeu e apresenta-a como um pedido de desculpas, enquanto Ancara evita os custos de reputação. Agora a Turquia tem de restabelecer relações econômicas com a Rússia e entrar no processo de estabelecimento da paz na Síria", escreveu Areg Galstyan, especialista em assuntos russos, num artigo no The National Interest.

    No entanto, uma melhoria entre a Rússia e a Turquia não será tão fácil. Vai depender não só de procedimentos formais, mas de um roteiro que Moscou e Ancara seguirão a um nível não oficial, de acordo com Hurriyet.

    "É muito cedo para dizer se o descongelamento atual se vai manter por muito tempo. Há uma série de questões informais que criam problemas para os laços bilaterais, antes de tudo, isso é a Síria", se lê no artigo.

    Antes, a Rússia e a Turquia atingiram um acordo sobre a crise na Síria, inclusive no que respeita à luta contra os militantes da Frente al-Nusra. Durante o encontro com Lavrov, Cavusoglu declarou que a Turquia considera como inimigos, não somente o Daesh, mas também a Frente al-Nusra.

    Mais:

    Turistas russos são recebidos com coquetéis e flores na Turquia
    Turquia bombardeia curdos do PKK no norte do Iraque
    Turquia garantirá segurança na cúpula da OTAN
    Tags:
    reconciliação, negociações de paz, normalização, Su-24, Recep Tayyip Erdogan, Vladimir Putin, Turquia, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar