06:42 28 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 21
    Nos siga no

    De acordo com a Missão das Nações Unidas no país, em Juba, capital do Sudão do Sul, recomeçam tiroteios.

    A Organização das Nações Unidas relata atividade militar em Juba com uso de armamento pesado perto de uma base da ONU.

    O número de mortos subiu para 272 pessoas em apenas uma semana de combates entre tropas governamentais e oposição, disse uma fonte do Ministério da Saúde citada pela Reuters.

    As forças do presidente, segundo relatos de múltiplas fontes, iniciaram o combate lançando um ataque contra as tropas da oposição baseados perto da capital, informou a rádio local Tamazuj.

    A guerra civil começou no Sudão do Sul, no final de 2013, entre o governo e as forças de oposição do país depois do presidente Salva Kiir Mayardit ter acusado os líderes da oposição Riek Machar e Pagan Amum de planejar um golpe de estado. O presidente pertence ao povo dinkas, mas Machar — aos nuers. As tensões entre as facções étnicas transformaram em palco de hostilidades a capital do país.

    Mais:

    Líder da ONU aumenta presença da forças de paz no Sudão do Sul
    Unicef: 16 mil crianças foram recrutadas em 2015 para os conflitos no Sudão do Sul
    Criança é o único sobrevivente do acidente aéreo no Sudão do Sul
    Tags:
    África, Sudão do Sul, Salva Kiir, Riek Machar, ONU, vítimas, governo, oposição, combates
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar