21:17 16 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Jens Stoltenberg, secretário-geral da OTAN

    Stoltenberg: entrada da Ucrânia na OTAN deve ser decidida apenas pelos dois lados

    © AFP 2019 / JOHN THYS
    Mundo
    URL curta
    As decisões da OTAN em Varsóvia (17)
    137
    Nos siga no

    Ucrânia e OTAN têm o direito de decidir a integração do país na Aliança sem intervenção externa, afirmou o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, neste sábado.

    Em 2014, a Ucrânia dispensou seu status de país não-alinhado, abrindo caminho para sua entrada na OTAN e provocando críticas da Rússia e de muitos outros países. Em setembro de 2015, o líder ucraniano, Pyotr Poroshenko, assinou uma nova doutrina militar, determinando a necessidade de as forças armadas do país de se equipararem aos padrões da OTAN até 2020.

    “Para a OTAN, é um princípio absoluto, ao qual todos damos muita importância, que cada nação tem o direito de decidir seu próprio caminho, incluindo, é claro, a Ucrânia. E se a Ucrânia vai se tornar integrante da OATN ou não, é algo para a Ucrânia e os 29, em breve 29, aliados decidirem. ninguém mais tem o direito de intervir ou vetar tal processo”, disse Stoltenberg aos jornalistas após uma reunião da Comissão OTAN-Ucrânia às margens da cúpula da OTAN em Varsóvia.

    Tema:
    As decisões da OTAN em Varsóvia (17)

    Mais:

    Ministério do Exterior ucraniano disse quanta ajuda Kiev vai receber da OTAN
    Chances da Geórgia se tornar membro da OTAN aumentam
    Ministro do Exterior polonês: OTAN começa a ver necessidade de integrar a Ucrânia
    Stoltenberg: líderes da OTAN continuarão financiando operação no Afeganistão
    Tags:
    decisão, integração, membro, OTAN, Jens Stoltenberg, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar