04:51 17 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Um torcedor do Uruguai grita palavras de apoio à sua seleção em 16 de junho, momentos antes do início do jogo com a Argentina

    Uruguai derrota Philip Morris em tribunal de arbitragem internacional

    © AP Photo / Ricardo Mazalan
    Mundo
    URL curta
    2182
    Nos siga no

    Centro Internacional para a Arbitragem de Disputas sobre Investimentos (CIADI) decidiu em favor do Uruguai em processo contra a gigante do tabaco, Philip Morris, informou a agência Reuters.

    Em 2010, Philip Morris entrou com processo no tribunal de arbitragem internacional para contestar a rigidêz das normas uruguaias referentes ao tabaco, afirmando que as mesmas dificultam os seus negócios e impedem o desenvolvimento das relações comerciais com a Suíça, sede da empresa. Philip Morris exigia que as autoridades de Uruguai revogassem as medidas adotadas contra o cigarro, ou que pagassem uma compensação de 22 milhões de dólares.

    No fim do processo, CIADI obrigou a empresa a pagar o valor de 7 milhões de dólares ao Uruguai e a custear todo o processo de arbitragem. 

    Phillip Morris declarou que respeitará a decisão do CIADI.

    A legislação anti-fumo foi largamente ampliada no Uruguai em 2006, por iniciativa do então presidente Tabaré Vázquez. O país baniu o tabaco de todos os locais públicos e limitou a propaganda de cigarro. Venda de cigarros "light" foi proibida. Alerta contra fumo ocupa 80% das embalagens.

    Mais:

    Obama não vai mais fumar no centro de Moscou
    Tags:
    tabaco, cigarro, CIADI, Philip Morris, Tabaré Vázquez, Uruguai
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar