07:23 19 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 29
    Nos siga no

    Ao atirador, que alvejou policiais em Dallas na noite desta quinta-feira, foi dada a oportunidade de rendição e a polícia o liquidou usando um explosivo depois de horas de negociações sem sucesso, informou aos jornalistas o prefeito da cidade, Mike Rawlings.

    "A ele foi dada uma escolha. Ou ele se renderia, e nós dedicamos muito tempo às negociações e nada aconteceria a ele, ou ele permaneceria (encurralado) e nós faríamos isso (acionar o explosivo). Ele escolheu a última opção", disse o prefeito da cidade.

    A polícia liquidou o atirador, que se econdeu dentro de um estacionamento no centro da cidade. Para isso, um robô foi usado para colocar um dispositivo explosivo no local.

    O tiroteio em Dallas aconteceu nesta quinta-feira à noite, durante uma manifestação de protesto contra assassinato de dois afrodescendentes por policiais brancos nos estados de Luisiana e Minnesota. Segundo as últimas informações, cinco policiais foram mortos e 12 estão feridos.

    A polícia informou que o sniper foi identificado como Micah Johnson, afrodescendente de 25 anos e morador de Dallas. Durante as negociações com a polícia ele teria dito que atirou em policiais brancos e motivou suas ações como vingança pelos recentes assassinatos. Depois de mais de duas horas de negociações, Micah Johnson foi morto pela polícia.

    Mais:

    Dallas: suspeito criminoso disse que 'queria matar branco'
    Todos os envolvidos no tiroteio em Dallas serão punidos – Obama
    Número de policiais mortos por snipers durante tumultos em Dallas sobe para quatro
    Três policiais morreram durante tumultos em Dallas
    Dois policiais podem ter sido mortos durante protestos contra violência policial em Dallas
    Tags:
    polícia, tiroteio, Micah Johnson, Mike Rawlings, Dallas, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar