14:00 11 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Casa Branca

    Casa Branca: EUA reconhecem que Europa é prejudicada por sanções contra Rússia

    © Sputnik / Natalya Silverstova
    Mundo
    URL curta
    162
    Nos siga no

    Os Estados Unidos reconhecem que “alguns países da Europa” enfrentam dificuldades por conta das sanções contra a Rússia, mas consideram que é necessário que este regime seja mantido. A declaração é do vice-conselheiro do Presidente dos EUA para Segurança Nacional, Ben Rhodes.

    "Nós reconhecemos que alguns países estão passando por dificuldades devido às sanções. Não é uma dinâmica nova", disse ele durante uma coletiva de imprensa em Varsóvia. 

    Rhodes observou que os Estados Unidos "prefeririam que não existissem as sanções". 

    "Estamos conversando com os nossos parceiros europeus que compartilham o desejo de cooperar com a Rússia, mas ela deve cumprir com as suas obrigações (na Ucrânia)", acrescentou.

    Após o referendo da reunificação da Crimeia com a Rússia em 2014, os EUA e a UE impuseram sanções contra a Rússia, incluindo restrições econômicas. Em agosto de 2014, Moscou respondeu com um embargo às importações de produtos alimentares provenientes desses países.

    Mais:

    Pela primeira vez foram aplicadas sanções contra Kim Jong-un
    Coreia do Norte diz que sanções dos EUA são declaração de guerra
    Parlamento de Chipre aprova resolução para suspender sanções antirrussas
    Ocidente perde $ 60 bilhões com sanções, mas culpa não é da Rússia
    EUA começam a levantar clandestinamente as sanções contra a Rússia
    Comitê de defesa do parlamento britânico pediu ampliação das sanções da UE contra a Rússia
    Tags:
    sanções, Casa Branca, Europa, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar