18:12 23 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    3012
    Nos siga no

    O secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, declarou nesta sexta-feira (8) que a Aliança vai instalar batalhões nos Estados Bálticos e na Polônia em 2017.

    O secretário-geral da OTAN Jens Stoltenberg com oficiais e funcionários militares em frente de um drone da OTAN sem nome, perto do Estádio Nacional PGE, o lugar da realização da cimeira da Aliança Atlântica na Varsóvia (Polônia). 8 de julho, 2016
    © REUTERS / Agencja Gazeta/Adam Stepien
    "A nossa presença vai começar no próximo ano", disse ele a repórteres, ao participar da reunião de cúpula da Aliança do Norte, em Varsóvia.

    "Decidimos expandir a nossa presença militar na parte oriental da OTAN, implantando quatro batalhões na região", acrescentou Stoltenberg.

    Ele enfatizou que as tropas serão implantados numa base rotativa. O secretário-geral também disse que os soldados na Letônia serão enviados pelo Canadá, da Lituânia pela Alemanha, da Estônia pela Grã-Bretanha, e os Estados Unidos enviarão militares para a Polônia.

    O líder da organização afirmou também que o sistema de defesa antimísseis a ser instalado na Europa está em fase inicial de ativação. 

     

    Mais:

    Opinião: OTAN é instrumento dos EUA para controlar Europa
    Hollande na OTAN: 'Rússia não é inimigo nem ameaça'
    Poroshenko: Ucrânia ensinará OTAN como combater a Rússia
    EUA enviarão mil soldados para apoiar missão da OTAN na Polônia
    Manifestações a favor e contra OTAN dilaceram Letônia
    Tags:
    batalhões, sistema antimísseis, OTAN, Jens Stoltenberg, Países Bálticos, Polônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar