11:36 16 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko

    Poroshenko: Ucrânia ensinará OTAN como combater a Rússia

    © REUTERS / Valentyn Ogirenko
    Mundo
    URL curta
    As decisões da OTAN em Varsóvia (17)
    3326
    Nos siga no

    O presidente ucraniano Pyotr Poroshenko declarou que o exército do seu país tem experiência real de operações de combates contra o moderno exército russo.

    De acordo com ele, a Ucrânia pode partilhar da experiência com os países membros da Aliança Atlântica. A respectiva informação foi divulgada por via de um artigo que o líder ucraniano escreveu para o jornal americano The Wall Street Journal.

    No artigo recentemente publicado Poroshenko apela aos países membros da aliança militar de não se absterem e aproveitarem da experiência ucraniana.

    "Ainda não há nenhum país membro da OTAN que tenha experiência de combate contra o moderno exército russo. A Ucrânia tem", escreveu.

    Ainda de acordo com a retórica propagada pelo líder ucraniano, "só o aprofundamento da parceria entre a OTAN e a Ucrânia contribuirá à estabilidade na Ucrânia, na Europa de Leste, na região do mar Negro e na região transatlântica em geral".

    Cabe lembrar que nos finais de 2014 a Ucrânia recusou seu estatuto de país não aderente a blocos militares e reiniciou o rumo para entrar na OTAN. Até 2020, Kiev deve garantir a plena compatibilidade das suas forças armadas com as forças da Aliança.

    Em meados de dezembro de 2015, durante a visita do presidente Pyotr Poroshenko a Bruxelas, foi assinado um roteiro para a cooperação técnico-militar entre a Ucrânia e a OTAN.

    Enquanto isso, vários especialistas opinam que nos próximos 20 anos a Ucrânia não conseguirá pretender ao estatuto de país membro da Aliança Atlântica.

    Tema:
    As decisões da OTAN em Varsóvia (17)
    Tags:
    retórica, OTAN, Pyotr Poroshenko, Rússia, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar