05:22 21 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Soldados da OTANLogo da próxima cúpula da OTAN em Varsóvia em junho de 2016

    Manifestações a favor e contra OTAN dilaceram Letônia

    © AP Photo / Mindaugas Kulbis © AP Photo / Jonathan Ernst
    1 / 2
    Mundo
    URL curta
    As decisões da OTAN em Varsóvia (17)
    0 31
    Nos siga no

    Manifestações a favor e contra a presença das forças da aliança militar no país báltico foram realizadas simultaneamente e no mesmo lugar na capital da Letônia.

    A respectiva informação foi divulgada nesta sexta-feira (8) pela agência RIA Novosti, de acordo com a qual as ações de protesto e de apoio foram realizadas perto do Centro de Comunicações Estratégicas da OTAN na cidade de Riga.

    Os participantes das manifestações empunhavam cartazes com lemas como "Sem a OTAN, a Letônia terá o destino da Ucrânia", "A OTAN é o garante da nossa segurança" e "Não à militarização da Letônia" e também cartazes de sinal contrário como "OTAN go home".

    Entre os participantes da manifestação de protesto estava o ex-deputado da Duma da Letônia (pela cidade de Jurmala) Janis Kuzins.

    Ambas as manifestações decorreram pacificamente, sob o controle de várias dezenas de policiais.

    ​Cabe lembrar que o país passou a integrar a OTAN em 2004. Em junho de 2016, os ministros da Defesa dos países-membros da aliança aprovaram o posicionamento de quatro batalhões da Aliança na Lituânia, Letônia, Estônia e Polônia. Cada batalhão é constituído por cerca de 800 —1.200 efetivos.

    ​​Durante a cúpula da Aliança Atlântica que começou hoje, 8 de julho, em Varsóvia, será tomada a decisão final sobre o envio destes batalhões militares, além de uma série de outras decisões sobre temas atuais da agenda internacional.

    Tema:
    As decisões da OTAN em Varsóvia (17)
    Tags:
    retórica, cimeira, OTAN, Letônia, Países Bálticos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar