18:37 21 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Valdis Dombrovskis durante um evento, foto de arquivo

    Portugal e Espanha enfrentam multas da Europa caso não cumpram meta orçamentária

    © flickr.com/ European People's Party
    Mundo
    URL curta
    0 16723

    Portugal e Espanha estão correndo o risco de serem multados por não terem tomado ações eficientes com objetivo de reduzir seus défices orçamentários excessivos. O aviso respectivo foi feito pela Comissão Executiva da UE.

    Nesta quinta-feira (7), Valdis Dombrovskis, vice-presidente da Comissão Europeia para Assuntos do Euro e Diálogo Social, e Pierre Moscovici, chefe da seção de Assuntos Econômicos e Financeiros da Comissão Europeia, participaram de uma entrevista coletiva em Bruxelas onde declararam que “hoje não se trata de sanções” em relação aos países ibéricos. Porém, pode se tratar de multas.

    Antes, Dombrovskis, apresentou uma proposta para congelar fundos estruturais dos dois países por causa da derrapagem orçamental referente ao ano 2015.

    “Recentemente os dois países têm se desviado da via de correção de seus défices e não têm alcançado suas metas orçamentárias”, disse Dombrovskis.

    Ao mesmo tempo Dombrovskis avisou que a Comissão Europeia iria tomar uma decisão sobre a necessidade de impor sanções, caso Portugal e Espanha não corrijam o problema.

    Portugal criticou fortemente o anúncio, avisando que tais ações podem piorar consideravelmente as atitudes populares em relação à UE, especialmente tendo em vista o voto do povo britânico que escolheu a saída da União.

    O primeiro-ministro português António Costa, em uma carta à Comissão, deixou claro que a imposição de sanções a Portugal seria injusta e contra produtiva porque seu défice orçamentário está sofrendo uma queda.

    Antes, Catarina Martins, a porta-voz do partido português Bloco de Esquerda, tinha informado que no caso de Bruxelas impor sanções a Portugal, o partido pedirá um referendo ao Tratado Orçamental.

    “A União Europeia não nos vai continuar a pisar. No próximo Conselho Europeu, o Governo português deve ter uma prioridade: a recusa das sanções com que a Comissão Europeia ameaça Portugal”, disse, segundo o Público.

    Mais:

    Embaixador de Portugal: não há razão para sanções
    Há grande possibilidade de Portugal e Espanha serem alvo de sanções
    Tags:
    referendo, sanções, Conselho Europeu, União Europeia, Comissão Europeia, Bruxelas, Espanha, Portugal
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik