05:59 27 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 72
    Nos siga no

    O presidente russo, Vladimir Putin, assinou hoje (4) uma lei que concede status de veterano a todos os militares russos que participaram da campanha antiterrorista na Síria, segundo informa o portal oficial do governo russo para informações legais.

    Moscou realizou uma campanha aérea na Síria entre 30 de setembro de 2015 e 14 de março de 2016, quando Putin ordenou a retirada da maior parte do contingente militar russo, após o cumprimento da missão.

    De acordo com a lei assinada hoje, todos os militares russos que estiveram envolvidos na operação que durou meses devem terão status de veterano, o que implica apoio e assistência especial do governo.

    O projeto está orçado em cerca de 967,8 milhões de rublos (15,2 milhões de dólares) a serem descontados do orçamento federal.

    A Síria está mergulhada em uma guerra civil desde 2011, com as forças leais ao presidente sírio Bashar Assad lutando contra numerosas facções da oposição e grupos extremistas, incluindo o Daesh (Estado Islâmico) e a Frente al-Nusra, ambas banidas na Rússia.


    Mais:

    Força Aérea síria destrói três centros de comando terroristas
    Exército da Síria repele ataque dos terroristas em Aleppo há dois dias
    Moscou, Damasco e Teerã montam grupo de monitoramento da situação na Síria
    Putin assina lei sobre lista negra de torcedores em estádios
    Tags:
    operação aérea, militares russos, conflito sírio, status, veteranos, campanha, lei, guerra, Daesh, Frente al-Nusra, Estado Islâmico, Vladimir Putin, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar