21:10 16 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente da Argentina, Mauricio Macri

    Argentina: 4 milhões de novos pobres desde o início do Governo Macri

    © REUTERS / Jorge Adorno
    Mundo
    URL curta
    416
    Nos siga no

    De acordo com pesquisas divulgadas hoje (4) por agências de estatística da Argentina, desde dezembro de 2015, quando Mauricio Macri assumiu a presidência, o país registrou mais de quatro milhões de novos pobres.

    Também durante esse período foi observado um aumento da indigência, que na maioria dos estudos, como no realizado pelo Centro de Economia Política Argentina (CEPA) junto com o Instituto de Economia Popular (INDEP), subiu de 5 por cento para 7 por cento, segundo relata a TeleSur.

    O relatório do CEPA e do INDEP nota que a pobreza na cidade de Buenos Aires, desde o final do ano passado, subiu de 24,4 por cento para 31,42 por cento em março e, em seguida, para a 33,25. Isso, segundo os pesquisadores, significa um aumento de 1,7 milhão de pessoas em situação de pobreza na capital argentina.

    Mais:

    Imóveis de Cristina Kirchner são invadidos pela polícia na Argentina
    Economia da Argentina entra em recessão técnica
    Comunidade russa na Argentina pediu manutenção da RT, em carta aberta ao presidente Macri
    Papa Francisco devolve dinheiro 'diabólico' de Macri: 'Não gosto do 666'
    Votou em Macri e se arrependeu? Ganhe um desconto!
    Macri abre Argentina para duas bases estratégicas dos EUA: Cone Sul em perigo?
    Tags:
    pesquisas, governo, economia, miséria, indigência, pobres, pobreza, Mauricio Macri, Buenos Aires, Argentina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar