08:17 25 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    6145
    Nos siga no

    O novo presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, que recentemente declarou guerra aos cartéis de drogas, sugeriu literalmente que o próprio povo mate os cidadãos toxicômanos do país.

    "Se vocês conhecerem alguns viciados, andem, matem-nos vocês mesmos, já que seria muito doloroso fazer com que os pais deles o façam", disse Duterte diante de uma multidão na quinta-feira (30), logo após prestar seu juramento presidencial no palácio de Malacanang, em Manila.

    Apesar da fala agressiva e de ter se comprometido a empreender uma luta "implacável e continuada" contra o crime, o presidente filipino disse que não excederia os limites da lei.

    "Como advogado e ex-promotor, eu sei os limites do poder e da autoridade presidencial. Sei o que é legal e o que não é", disse Duterte, citado pelo The Guardian. 


    Mais:

    China chama Filipinas a parar com provocações no mar do Sul da China
    Com a chegada de novo governo, China pretende melhorar as relações com Filipinas
    Pequim compara patrulha conjunta dos EUA e das Filipinas com Guerra Fria
    Tags:
    narcotráfico, tráfico de drogas, dependência química, vício, viciados, cartéis, guerra às drogas, Rodrigo Duterte, Filipinas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar