18:39 19 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    101
    Nos siga no

    Os antigos dirigentes da Catalunha vão ser processados em tribunal sob acusações de realização da assim chamada "sondagem sobre a independência [da Catalunha] em relação à Espanha", que foi realizada em novembro de 2014.

    Entre os acusados está o ex-chefe do governo catalão Artur Mas, a ex-vice-presidenta do Governo Joana Ortega e a antiga ministra da Educação Irene Regau. Eles são acusados de insubmissão à decisão do Tribunal Constitucional e violações administrativas, incluindo desfalques de fundos governamentais.

    O juiz do Tribunal Superior de Justiça da Catalunha Joan Manel Abril rejeitou a petição de revisão do caso judicial apresentada pela defesa e deliberou o início do processo judicial, diz a decisão do Tribunal.

    No dia 9 de 2014 foi realizado a assim chamada "sondagem sobre a independência [da Catalunha] em relação à Espanha", apesar da decisão em contrário do Tribunal Constitucional da Espanha. Mais de 80% dos respondentes apoiaram a soberania plena desta autonomia da Espanha. Entretanto, só uma terça parte das pessoas com direito de votar tinha participado da votação.

    De acordo com o presidente do governo da Espanha, Mariano Rajoy, Madri usará todos os meios políticos e legais disponíveis para impedir a independência da Catalunha. 

     

    Mais:

    Divórcio confirmado: Catalunha começa 'desconexão' da Espanha
    Espanha suspende independência da Catalunha
    Tags:
    processo, decisão, petição, autonomia, independência, violação, tribunal, Artur Mas, Catalunha, Espanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar