16:53 15 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Anitkabir, o mausoléu de Mustafa Kemal Atatürk em Akara, Turquia

    Erdogan pede desculpas pela morte do piloto de Su-24 em carta a Putin

    © flickr.com/ David Stanley
    Mundo
    URL curta
    451312

    O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, em uma carta enviada ao presidente russo, Vladimir Putin, expressou suas condolências pela morte do piloto do Su-24, disse o porta-voz do chefe de Estado, Dmitry Peskov, nesta segunda (27).

    "O chefe de Estado turco, em uma carta, expressou suas condolências à família do falecido piloto russo e disse: "Peço desculpa", afirmou Peskov.

    Segundo ele, o líder turco também expressou sua pronta disponibilidade para fazer todo o possível para restaurar as relações tradicionalmente amigáveis entre os dois países.

    ​Erdogan assegurou em sua carta que Ancara "nunca teve o desejo ou intenção de derrubar um avião da Federação Russa" e chamou a Rússia de um "amigo e parceiro estratégico".

    O presidente turco também observou que Ancara está pronta para fazer todo o possível "para aliviar a dor e a gravidade do dano" para a família do piloto do Su-24.

    Presidente turco Recep Tayyip Erdogan atende a primeira sessão de trabalho na Cúpula dos líderes do G20 em 15 de novembro de 2015, em Antalya
    © AFP 2018 / Ozan Kose
    Presidente turco Recep Tayyip Erdogan atende a primeira sessão de trabalho na Cúpula dos líderes do G20 em 15 de novembro de 2015, em Antalya

    Comentando a carta de Erdogan, o Conselho da Federação observou que ainda é cedo para falar de restauração das relações russo-turcas.

    "Eu não seria muito otimista. Já perdemos muito nas nossas relações. Eles se rasgam rapidamente, mas vão sendo restauradas durante muito tempo", disse à agência RIA Novosti Vladimir Jabbarov, primeiro vice-presidente do Comitê para as relações exteriores do Conselho da Federação.

    Em meados de junho, o presidente turco já tinha enviado uma carta a Vladimir Putin, onde parabenizou os russos pelo Dia da Rússia e desejou que as relações entre Moscou e Ancara atinjam o "nível merecido".

    Antes, Erdogan disse que a Turquia não iria pedir desculpas pelo incidente com o caça russo Su-24 abatido.

    As relações entre Moscou e Ancara estão em crise depois de 24 de novembro de 2015. O avião russo Su-24 foi derrubado por um caça turco em espaço aéreo sírio no mês de novembro. A Turquia alegou ter abatido a aeronave russa porque esta teria violado o espaço aéreo turco. Tanto o Estado-Maior russo, quanto o Comando de Defesa Aérea da Síria, confirmaram que o bombardeiro russo nunca entrou no espaço aéreo da Turquia.

    O presidente russo, Vladimir Putin, chamou o ataque de "punhalada nas costas". As autoridades de Moscou exigem uma investigação, mas o governo turco até agora não tomou quaisquer medidas firmes.

    Mais:

    Turquia dá imunidade a forças militares em ofensiva contra curdos do PKK
    Tiroteio em universidade da Turquia
    Ataque a base militar deixa um morto e 12 feridos na Turquia
    Tags:
    incidente, abatido, pedido de desculpas, relações bilaterais, caça, diplomacia, Su-24, Conselho da Federação, Recep Tayyip Erdogan, Dmitry Peskov, Vladimir Putin, Ancara, Turquia, Moscou, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik