04:18 18 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    141
    Nos siga no

    Mais e mais países deixarão a União Europeia no futuro próximo se a entidade continuar no mesmo caminho, afirmou neste sábado (25) o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan à mídia local.

    Presidente turco Tayyip Erdogan em 10 de maio, 2016
    © AFP 2021 / ADEM ALTAN
    Presidente turco Tayyip Erdogan em 10 de maio, 2016

    "Se a União Europeia aprofundar suas contradições e continuar no mesmo caminho, em breve ela enfrentará, inevitavelmente, a saída de outros países do bloco", disse o líder turco em um discurso após o referendo no Reino Unido.

    O presidente turco também lamentou que a UE tenha empreendido esforços para impedir a entrada da Turquia na organização por causa da islamofobia.

    ​Na quinta-feira passada, no Reino Unido foi realizado um referendo em que 51,9% dos eleitores votaram a favor da saída da UE. A taxa de participação foi de 72%. A decisão do povo britânico provocou numerosas reações de políticos de todo o mundo.

    O chefe da diplomacia russa Sergei Lavrov disse que os resultados do referendo no Reino Unido são um assunto interno do país.

    Por sua vez, a chanceler alemã Angela Merkel disse que o "Brexit é um golpe contra a Europa e contra o processo de integração europeia", acrescentando que a Alemanha lamenta a decisão tomada pelo povo britânico.

    De acordo com François Hollande, presidente da França e aliado de Merkel, o Brexit colocou perante a UE "um teste difícil".

    Para Donald Trump, o presidenciável republicano dos EUA, o Brexit é "algo importante" e uma "votação histórica", porque "os britânicos recuperaram seu país". Ao mesmo tempo, o presidente dos EUA, Barack Obama, disse à imprensa que "está convencido de que o Reino Unido está comprometido com a saída da UE".

    O ministro das Relações Exteriores do Brasil, José Serra, lamentou a saída do Reino Unido da União Europeia, informou Agência Brasil.

    Nesta quinta (23), o Reino Unido realizou um referendo de saída da UE em que participaram 72% da população. De acordo com os resultados finais, 51,9 por cento dos eleitores, ou 17,4 milhões de pessoas, decidiram apoiar a saída do bloco, enquanto cerca de 16,1 milhões estiveram contra.

    Mais:

    Como a Rússia pode beneficiar do Brexit
    Chancelaria alemã adverte parar histeria sobre Brexit
    O Brasil e o Brexit: Efeitos serão sentidos em médio prazo
    Tags:
    Grã-Bretanha, União Europeia, Turquia, Rússia, França, Alemanha, EUA, Donald Trump, Angela Merkel, François Hollande, Sergei Lavrov, Recep Tayyip Erdogan, Brexit, discurso, referendo, saída, resultado, críse
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar