14:36 01 Março 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 54
    Nos siga no

    Em um sinal da crescente tensão nas relações entre Ancara e Berlim, a Turquia inviabilizou os planos de um alto funcionário do Ministério da Defesa alemã de visitar a base aérea de Incirlik em julho, segundo informou um porta-voz da pasta nesta quinta-feira (23).

    "As autoridades turcas não aprovam atualmente os planos de viagem", disse o representante da Alemanha.

    O secretário de Estado do Ministério da Defesa e vice-ministro da Defesa do país, Ralf Brauksiepe, tinha planejado visitar a base aérea militar de Incirlik, junto com alguns legisladores alemães, no próximo mês de julho, segundo afirmou o porta-voz, acrescentando que Berlim ainda espera que a viagem possa acontecer.

    A Alemanha tem cerca de 250 soldados estacionados na base, localizada no sul da Turquia, além de seis aviões de reconhecimento Tornado e um avião de reabastecimento, todos eles empregados na campanha aérea conduzida pelos EUA contra o Daesh (Estado Islâmico) no Iraque e na Síria.

    Segundo o jornal Der Spiegel, "o incidente mostra quão irritada está a Turquia" com a adoção da resolução sobre o genocídio armênio por parte do Bundestag (câmara baixa do parlamento alemão) no início de junho.

    Mais:

    Eslovênia respeita esforços da Armênia para reconhecimento do genocídio de 1915
    Opinião: reconhecimento do genocídio armênio beneficia Putin
    Genocídio armênio: resolução alemã é forma de dizer 'basta' a Ancara
    Tags:
    base militar, base aérea, relações bilaterais, reconhecimento, genocídio armênio, Estado Islâmico, Daesh, Bundestag, Incirlik, Alemanha, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar