20:57 28 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    119
    Nos siga no

    As candidatas aos cargos de embaixador na Lituânia e na Ucrânia, Anne Hall e Marie Yovanovitch, revelaram nesta terça-feira (21), durante uma audiência de aprovação de suas candidaturas no Senado americano, que os EUA estão preparando jornalistas nesses dois países para enfrentar a "prograganda russa".

    "Trabalhamos com os lituanos na preparação de jornalistas. Também incluímos repórteres russofonos em nossos programas" – disse Hall.

    Nas suas palavras, a "Lituânia se deparou com a propaganda russa no decorrer de muito tempo, mas, na verdade, essa propaganda nunca cessou de existir". Segundo a diplomata, "a sofisticação dessa propagando aumentou após 2014".

    Hall acredita que, apesar de o noticiário supostamente tendencioso da Rússia ser direcionado principalmente para a população de origem russa da Lituânia, o mesmo "poder levar uma influência destruidora sobre a sociedade como um todo".

    Yovanovitch, por sua vez, ao abordar o tema da Ucrânia, destacou que os EUA "criar oportunidades para que a comunidade [ucraniana] jornalística seja capaz de 'combater' a propaganda russa por conta própria". Nas suas palavras, para isso os EUA "possuem uma série de programas".

    Mais:

    Parlamentar russo: 'ideia louca' dos EUA não surtiu efeito
    Ex-embaixador dos EUA: situação das relações entre Moscou e Washington é 'trágica'
    Tags:
    Lituânia, EUA, Rússia, Ucrânia, Anne Hall, Marie Yovanovitch, jornalistas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar