01:17 13 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Prédio do Congresso dos EUA em Washington

    Senado dos EUA não aceitou emendas que dificultavam venda de armas de fogo

    © AP Photo / Ted S. Warren
    Mundo
    URL curta
    202
    Nos siga no

    O senado dos EUA não aprovou nesta segunda-feira emendas legislativas, que propunham aumentar o rigor durante a verificação de compradores de armas de fogo.

    Senado dos EUA
    © AP Photo / Chairman of the Joint Chiefs
    O documento votado foi apresentado depois da tragédia em Orlando, onde um atirador matou 49 pessoas e feriu outras 50 dentro de uma boate gay. 

    As emendas foram propostas pelo senador do partido Republicano de Iowa, Chuck Grassley. As emendas previam aumento de financiamento para verificações de compradores de armas de fogo, com objetivo de verificar suas possíveis conexões com o terrorismo.

    A administração do presidente Barack Obama tentou, em diversas ocasiões, tornar mais rígida a legislação referente às normas para venda de armas, mas o congresso, controlado pelo partido Republicano, sempre negou aceitar essas novas leis.

    Este ano, o tema foi amplamente discutido no âmbito das primárias para as eleições presidenciais norte-americanas, a serem realizadas em 8 de novembro.

    Mais:

    Relatório aponta para 'boom' no mercado mundial de armas
    ‘À espera da morte’: vídeo capta momentos do atentado em Orlando
    Tags:
    armas de fogo, Chuck Grassley, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar