19:33 21 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Soldados turcos em Sanliurfa

    Oito refugiados sírios são mortos a tiros na fronteira com a Turquia

    © AFP 2018 / Ozan Kose
    Mundo
    URL curta
    5010

    Oito refugiados sírios, inclusive três crianças, foram mortos a tiros pelo serviço de fronteiras da Turquia enquanto tentavam pedir asilo, relatou uma organização de direitos humanos.

    Segundo um documento do Observatório Sírio de Direitos Humanos, três crianças, quatro mulheres e um homem foram mortos a tiros na noite do último sábado, na fronteira de seu país com a Turquia.

    Rami Abdelrahman, fundador da organização, afirmou que seis dos mortos faziam parte de uma mesma família.

    “Enviei nossos ativistas ao hospital lá e temos vídeo [dos corpos], mas não publicamos porque há crianças [envolvidas]”, disse.

    Outra organização, chamada Coalizão Nacional de Forças de Revolução e Oposição Síria, acusou guardas de fronteira turcos de dispararem em direção a um grupo de civis tentando cruzar a fronteira rumo à província de Hatay, deixando 11 mortos.

    O Comitê de Coordenação Local, uma rede de ativistas sírios, conformou o relato, afirmando que uma das crianças tinha 6 anos de idade.

    Um oficial sênior turco respondeu que o incidente estava sob investigação pelas autoridades turcas que, contudo, “não conseguiu verificar independentemente as alegações.”

    Observatório Sírio de Direitos Humanos, um total de 60 sírios foram mortos na fronteira desde o início do ano.

    Mais:

    'Devorar refugiados': grupo realiza ação polêmica em Berlim
    Acnur: ajuda de países ricos a refugiados sírios é 'fracasso coletivo'
    ONU calcula em mais de 1 milhão o número de refugiados para reassentamento em 2017
    Tags:
    fronteira, mortes, refugiados, Síria, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik