16:09 12 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    16242
    Nos siga no

    O ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, criticou os exercícios militares Saber Strike, realizados pela OTAN nos Países Bálticos e reforçou a importância do diálogo e da cooperação com a Rússia, informou a agência Reuters.

    “Não devemos atiçar a situação com exibições de armas e gritos de guerra. Estão enganados os que acham que paradas simbólicas de tanques na fronteira leste da aliança aumentam a segurança”, declarou o diplomata para o jornal Bild am Sonntag.

    Segundo Steinmeier, “limitar a visão ao aspecto militar e buscar salvação na política da intimidação é algo muito perigoso”. Ele destacou que, em paralelo com a prontidão para a defesa, deve existir a prontidão para o diálogo e para a cooperação. O chefe da pasta de Relações Exteriores da Alemanha considera necessário “envolver a Rússia em parceria referente aos temas de responsabilidade internacional”.

    As manobras Saber Strike estão sendo realizadas pelo comando do exército dos EUA na Europa. Cerca de 10 mil militares de 13 países membros da OTAN e de países parceiros participam dos exercícios nos três Países Bálticos. 

    Mais:

    OTAN: recorde no Guinness de manobras mais inúteis e caras da história
    Bombardeiros dos EUA se aproximam das fronteiras russas em manobras da OTAN
    Stoltenberg: OTAN vai posicionar 4 batalhões nos países bálticos e na Polônia
    OTAN aumentará gastos com defesa em 3 bilhões de dólares em 2016
    Tags:
    exercícios militares, Saber Strike, OTAN, Frank-Walter Steinmeier, Leste Europeu, EUA, Países Bálticos, Alemanha, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar