23:56 12 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Michel Temer comenta delações de Sérgio Machado

    China acusa Temer e Serra de boicotar os BRICS

    Marcelo Camargo/Agência Brasil
    Mundo
    URL curta
    195418
    Nos siga no

    O governo do presidente interino Michel Temer e do chanceler José Serra altera direção da política externa do Brasil e estaria boicotando o grupo BRICS, formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. É o que diz a publicação da agência chinesa Xinhua, que é diretamente ligada ao governo do país.

    "O presidente interino, Michel Temer, se aproveitou para alterar a estratégia diplomática do país e deixar de priorizar as relações com os BRICS", diz trecho do artigo, assinado por editores da Xinhua no Rio de Janeiro e em Pequim.

    O texto também lembra que, em um de seus primeiros discursos, José Serra disse que a "nova política externa" do Brasil visava América Latina, Estados Unidos e União Europeia. No caso dos BRICS, disse apenas que "o Brasil irá se esforçar para aproveitar as 'oportunidades' que o bloco oferece, mas sempre tendo o comércio e os investimentos mútuos".

    "Temer tentará fortalecer a relação com os Estados Unidos e Europa a fim de que eles reconheçam a legitimidade do governo interino, e, para tanto, será forçado a manter distância dos membros do Brics para evitar desagradar Washington", acrescenta o artigo, citando a análise diretor executivo do Centro de Estudos Brasileiros do Instituto de América Latina da Academia de Ciências Sociais da China, Zhou Zhiwei.

    Mais:

    Títulos dos BRICS: primeiro em iuanes e depois…
    Conheça os bilionários do BRICS
    Europa está pronta para cooperar com BRICS
    Especialista: Banco dos BRICS poderá financiar projetos importantes em áreas carentes
    'Afastamento de Dilma é ataque contra influência internacional dos BRICS'
    Tags:
    boicote, governo, Xinhua, BRICS, José Serra, Michel Temer, China, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar