15:07 16 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    481
    Nos siga no

    A Assembleia Geral da Organização dos Estados Americanos (OEA) aprovou na cidade de Santo Domingo uma nova declaração sobre a disputa das Ilhas Malvinas, segundo informou nesta quinta (16) o Ministério das Relações Exteriores da Argentina.

    Os países da América reafirmaram a necessidade de encontrar uma solução pacífica para a disputa de soberania, instando a Argentina e o Reino Unido a retomarem as negociações o mais rapidamente possível.

    A chanceler argentina Susana Malcorra afirmou que Buenos Aires tem direitos legítimos sobre as Ilhas Malvinas, Geórgia do Sul e Sandwich do Sul, bem como sobre os espaços marítimos circundantes. Malcorra também lembrou que a Assembleia Geral das Nações Unidas reconheceu na resolução 2065 (XX) a existência de uma situação colonial nas Malvinas e aconselhou resolver a disputa através de negociações entre Argentina e Reino Unido.

    A disputa territorial tem uma longa história. A Argentina reivindica soberania sobre as ilhas e exige negociações, de acordo com as recomendações da ONU, enquanto o Reino Unido se recusa a iniciar um diálogo e insiste no direito à autodeterminação do arquipélago, que é considerado um território ultramarino do país europeu.


    Mais:

    Guerra das Malvinas: 34 anos depois, ainda uma ferida aberta
    Malvinas ou Falklands? Debate sobre ilhas disputadas é reaceso com decisão da ONU
    Novas autoridades argentinas anunciam intenção de lutar pelas Malvinas
    Tags:
    disputa territorial, declaração, negociações, Organização dos Estados Americanos (OEA), Falkland, Malvinas, Inglaterra, Reino Unido, Argentina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar