13:02 11 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Bombeiros combatem o incêndio de um depósito de petróleo em Ras Lanuf, na Líbia, em 6 de janeiro de 2016

    Enviado americano: Líbia entrará em colapso se não aumentar exportação de petróleo

    © REUTERS/ Stringer
    Mundo
    URL curta
    105

    O governo líbio deve entrar em colapso se não aumentar significativamente as suas exportações de petróleo, segundo afirmou nesta quarta-feira o enviado especial do governo americano Jonathan Winer em discurso no Congresso.

    "Sim, em alguns anos, se eles não puderem exportar o seu petróleo", afirmou Winer ao ser questionado sobre a possibilidade de o governo da Líbia cair.

    A Líbia produz atualmente cerca de 400 mil barris de petróleo por dia, o que, segundo o enviado americano, está abaixo da metade do volume necessário. No entanto, ele destacou que as autoridades dos EUA estão trabalhando em conjunto com a Corporação Nacional de Petróleo da Líbia para restabelecer as capacidades de produção o mais rápido possível. 

    Em entrevista à Sputnik no início deste mês, o vice-premier líbio Musa Koni disse que a produção do combustível no país deve retornar aos níveis normais dentro de um ano. 

    Mais:

    Porta-voz: EUA estão inspirados pelo sucesso da Líbia contra o Daesh
    Enviado da ONU: Líbia precisa de forças armadas unificadas para combater Daesh
    OTAN se diz pronta para intervenção na Líbia
    Tags:
    petróleo, Sputnik, Jonathan Winer, Musa Koni, EUA, Líbia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik