02:37 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Manifestantes com bandeiras da Frente al-Nusra

    100 terroristas da Frente al-Nusra chegam armados à fronteira sírio-turca

    © REUTERS/ Khalil Ashawi
    Mundo
    URL curta
    201

    Cerca de 100 jihadistas fortemente armados da Frente al-Nusra foram vistos chegando na região de fronteira entre a Síria e a Turquia por moradores que vivem em Kbana, uma aldeia na província síria de Latakia. A informação é do Centro Russo para a Reconciliação síria.

    Os jihadistas dispararam contra aldeias de Rasha, Ikko, e Bsharfa na província de Latakia, bem como Blelije e Marj Sultan, na província de Damasco, e mais uma aldeia na província de Hama, de acordo com a declaração do Centro.

    Ao mesmo tempo, o Centro de Reconciliação observou que "o cessar-fogo foi observado na maioria das províncias da Síria" com apenas cinco violações sendo registradas nas últimas 24 horas.

    Também foi informado que o Jaysh al-Islam, um grupo armado que se reivindica como parte da oposição "moderada", atingiu posições das forças armadas da Síria nas aldeias de al-Sakhiyah, Jaubar, Harasta al-Basal, e Arbil, na província de Damasco, violando assim a trégua quatro vezes.

    O Ministério da Defesa russo destacou na sua declaração que nem os russos nem as Forças Aéreas sírias realizaram ataques aéreos contra grupos de oposição que informaram ao Centro Russo par a Reconciliação Síria ou aos americanos de sua localização e do comprometimento com o regime de cessar-fogo.

    O número de grupos armados de oposição que participam atualmente da trégua se mantêm estável em 60, enquanto mais dois assentamentos aderiram ao regime de cessar-fogo, elevando o número total dos acordos de reconciliação para 148.

    Mais:

    Frente al-Nusra atacou forças governamentais em Aleppo na noite desta quarta-feira
    200 terroristas da Frente al-Nusra atravessam fronteira turca para atacar exército sírio
    EUA manifestam duplicidade de critérios relativamente à Frente al-Nusra
    Frente al-Nusra tenta tomar controle de central elétrica em Hama
    Tags:
    trégua, cessar-fogo, terrorismo, Frente al-Nusra, centro russo para reconciliação na Síria, Turquia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik