08:19 15 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Ministro da Economia turco, Nihat Zeybekci, dá uma conferência de imprensa em 12 de maio de 2015, após reunião com o comissário europeu para o comércio na Comissão Europeia em Bruxelas.

    Ministro turco já vê sinais de melhoramento das relações com Rússia

    © AFP 2017/ EMMANUEL DUNAND
    Mundo
    URL curta
    306

    O ministro da Economia da Turquia, Nihat Zeybekci, falou com o correspondente da Sputnik sobre as perspectivas das relações com a Rússia.

    “Do ponto de vista dos recursos naturais, situação geográfica, estrutura da economia, a Turquia e Rússia podem, talvez, ser chamadas dos países que melhor se completam no mundo O que falta a um deles, o outro tem em excesso e vice versa. O bom senso diz que o impacto dos fatores negativos nas relações russo-turcas, especialmente na economia, não pode ser de longo prazo”, afirmou o ministro.

    Nihat Zeybekci adicionou que, no momento em que os preços do petróleo caíram, a crise com a Turquia levou a um grave aumento dos gastos para a parte russa.  

    “Esta situação criou dificuldades econômicas desnecessárias e muito pesadas para ambas as partes. Por isso é do interesse tanto da Turquia como da Rússia resolver a crise nas relações bilaterais o mais rápido possível”, frisou o alto funcionário.

    No entanto, Nihat Zeybekci reiterou que a Turquia se recusa a cumprir a exigência da Rússia de pedir desculpas pelo avião abatido. 

    “Este assunto não foi discutido e não pode ser discutido. A Turquia não tem nada por que deva pedir desculpa. Mas quero destacar que o incidente com a aeronave e os eventos seguintes, com certeza, nos afligiram”, destacou o ministro.

    Ao falar das cartas trocadas entre Vladimir Putin e Recep Tayyip Erdogan por ocasião do Dia da Rússia, Nihat Zeybekci notou que “está otimista e por isso considera este passo como um sinal positivo para o futuro das relações”. Segundo o ministro, no momento, ambas as partes estão dando passos que demonstram boa vontade de melhorar as relações.

    Mais:

    Pentágono fala em apoio à Turquia diante de 'agressão russa'
    Erdogan explica porque Obama e Putin o desapontaram
    Diploma universitário de Erdogan pode ser falso
    Tags:
    relações bilaterais, economia, Nihat Zeybekci, Rússia, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik