16:02 20 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Um soldado do exército sírio ataca posições dos terroristas na província de Latakia (foto de arquivo)

    Exército sírio deve escolher: Raqqa ou Aleppo

    © AP Photo / Alexander Kots
    Mundo
    URL curta
    Devastando as sedes do Daesh (65)
    13111

    Damasco informou que o Exército sírio, apoiado pela Força Aérea russa, se aproximou de Raqqa. No entanto, ainda é muito cedo para dizer que as forças do governo tenham sido capazes de recuperar o controle sobre a cidade.

    Apoiado pelas Forças Aeroespaciais russas, o exército sírio fez avanços significativos em direção à cidade de Raqqa, tendo morto dezenas de terroristas, disse o embaixador sírio em Moscou, Riyad Haddad.

    Ele afirmou igualmente que, no futuro próximo, o exército sírio irá lançar uma ofensiva em Aleppo. Segundo o embaixador, Aleppo será o lugar da batalha final entre o exército e os terroristas.

    O embaixador acrescentou que o comando sírio não pode conceder os planos exatos para outras ações, mas na semana passada o Pentágono confirmou movimentos de tropas sírias em direção a Raqqa.

    Raqqa é uma grande cidade com uma população de 200 mil pessoas, e isso torna muito difícil realizar qualquer tentativa de ofensiva. Além disso, os militantes do Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia) têm fortalecido bastante suas posições em toda a cidade.

    Outro problema é a falta de tropas no exército e nas forças populares. Atualmente, as unidades do exército e das forças populares estão implantadas em Raqqa, incluindo uma brigada de tanques e a Desert Eagles, brigada de operações especiais. No entanto, é difícil de avaliar o seu número, bem como as suas capacidades de combate.

    Anteriormente, o exército sírio fez tentativas para avançar ao longo da rodovia Itria-Tabaqah mas sofreu pesadas baixas. A eficiência dos ataques aéreos russos durante o avanço em Raqqa é menor do que foi durante a fase ativa da campanha russa porque as aeronaves já operam no seu alcance máximo.

    Também e pouco provável que o exército possa tomar o controle do aeródromo militar local.

    Quanto ao Daesh, os terroristas deslocaram a maior parte das suas forças de Raqqa para o Iraque, para Ramadi e Faluja. O Daesh deixou apenas uma pequena guarnição na cidade, mas ela será suficiente para repelir um assalto.

    Além disso, ataques aéreos serão impossíveis em áreas residenciais. No entanto, o exército sírio não vai realizar um ataque direto contra Raqqa devido à falta de militares. Nesta situação, o possível ataque vai demorar meses.

    Ao mesmo tempo, a situação em torno de Aleppo ainda está difícil. Os recentes avanços do exército sírio foram travados e as unidades mais capazes foram deslocados para Raqqa.

    Enquanto isso, a ofensiva em Latakia parou. A estabilidade e normalização da situação só são visíveis nas partes centrais da Síria, onde é observado o cessar-fogo.

    É um fato bem conhecido que atualmente o Daesh tem inúmeros problemas com redes de comunicação e suprimentos. Mas, como o exército sírio está entrando no deserto, ele também enfrenta os mesmos problemas.

    Finalmente, outro problema é que os combatentes da chamada oposição moderada são muitas vezes confundidos com os jihadistas da Frente al-Nusra. Washington tem apelado repetidamente para os rebeldes moderados se separarem dos terroristas, mas a situação não melhorou.

    Recentemente, um carregamento de armas americanas destinadas aos grupos moderados, mais uma vez caiu nas mãos da Frente al-Nusra.

    A ofensiva de Raqqa é sem dúvida muito importante em termos de ideologia e propaganda, mas exige tempo e recursos. Além disso, há um número de outros locais, em outras frentes, nos quais a situação pode se deteriorar a qualquer momento.

    Tema:
    Devastando as sedes do Daesh (65)

    Mais:

    Base aérea síria comemora do Dia da Rússia
    Rússia pede que ONU verifique notícia sobre fortificações turcas na Síria
    Síria: Força Aeroespacial russa destrói refinarias ilegais de Daesh em Raqqa
    Exército da Síria destrói principal campo de treinamento do Daesh em Raqqa
    Tags:
    cessar-fogo, ataque aéreo, guerra civil, Exército da Síria, Força Aeroespacial da Rússia, Damasco, Aleppo, Raqqa, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar