22:46 16 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA Barack Obama.

    Não há evidências de comando externo no massacre de Orlando, diz Obama

    © REUTERS / Carlos Barria
    Mundo
    URL curta
    Massacre em boate nos EUA (25)
    401
    Nos siga no

    O presidente dos EUA Barack Obama disse nesta segunda-feira (13) que não há nenhuma evidência de que o massacre de Orlando tenha sido "dirigido do exterior".

    O ataque parece ter sido um ato de origem doméstica, disse o chefe de Estado, acrescentando que a tragédia será investigada como um ataque terrorista.

    No último domingo (12), o cidadão norte-americano Omar Mateen matou 50 pessoas e feriu outras 53 na boate gay Pulse, em Orlando, no que tem sido qualificado como o tiroteio em massa mais mortífero da história dos Estados Unidos.

    De acordo com Obama, Mateen foi influenciado por extremistas islâmicos, mas não há qualquer evidência direta que prove que o tiroteio "foi dirigido do exterior", ou que tenha sido parte de um plano maior.

    Obama disse ainda que a investigação está em um "estágio preliminar", e disse que o ataque foi um "ataque contra todos os americanos".

    Ao comentar o fato de que o atirador havia adquirido armas legalmente, o presidente afirmou que será preciso “pensar sobre os riscos de ser tão relaxado a respeito do acesso a armas de fogo poderosas".


    Tema:
    Massacre em boate nos EUA (25)

    Mais:

    Trump polemiza de novo na Internet após tiroteio em boate gay de Orlando
    Chefe da polícia de Orlando: atirador declarou lealdade aos terroristas do Daesh
    Orlando: Putin envia telegrama de condolências a Obama
    Tags:
    tiroteio, ataque terrorista, boate gay, Barack Obama, Orlando, Flórida, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar