12:27 22 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Tel Aviv, Israel

    Israel quer aproximação à Rússia por causa da sua segurança

    © AFP 2019 / JACK GUEZ
    Mundo
    URL curta
    21343

    A estratégia de Washington relativamente ao Irã, a má relação entre Barack Obama e o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, bem como a influência crescente de Moscou na região do Oriente Médio graças à sua campanha militar contra o Daesh na Síria contribuíram para a aproximação entre Israel e a Rússia.

    "Não se pode culpar o governo de Israel por este se virar para o norte, para a Rússia, e pela parceria com o novo xerife da cidade", escreve o colunista L. Todd Wood do jornal norte-americano Washington Times. 

    Presidente russo Vladimir Putin e primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu durante a reunião na residência presidencial de Novo-Ogarevo, 21 setembro de 2015
    © AFP 2019 / IVAN SEKRETAREV / POOL
    Estas novas relações dinâmicas mais parecem uma escolha estratégica do que um movimento tático devido em grande medida à natureza das relações de Israel com os EUA.

    "Os EUA estão prestando muita ajuda militar, mas a relação especial que existia já não existe”, lamentou ele. “Israel não pode mais contar com os EUA nas questões de segurança máxima. Os EUA já não são um protetor completo".

    O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu durante a reunião no Kremlin. 21 de abril, 2016
    © Sputnik / Sergei Guneev
    Netanyahu foi um de oponentes ao Plano Conjunto Abrangente de Ação (JCPOA, em inglês). É interessante que as relações entre a Rússia e Israel permaneceram inalteradas pelo JCPOA, embora Moscou tivesse tido uma participação importante neste processo.

    "A Rússia tem uma conexão natural com Israel. Centenas de judeus russos vivem em Israel, que é também um destino popular entre os turistas russos. O tempo de voo é curto, a segurança é boa, as praias e a cultura são fantásticas. Muitos têm dupla cidadania israelense e russa. Os russos servem nas Forças Armadas de Israel", acrescenta ele.

    Israel fez todos os possíveis para melhorar as suas relações com a Rússia desde o momento em que Moscou lançou a campanha militar contra os terroristas na Síria, reporta o jornal iraniano Khorasan. Telavive classifica a aproximação da Rússia com Damasco, Teerã e o grupo Hezbollah como aspetos que beneficiam Israel.

    Mais:

    'Netanyahu se reúne mais com Putin do que com Obama, mas isso é normal'
    Putin e Netanyahu discutirão relações bilaterais e crise síria em Moscou
    Tags:
    intenção, relações, judeus, segurança, opinião, parceria, cooperação, Benjamin Netanyahu, Israel, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar