03:25 21 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Memorial improvisado em memória das vítimas de Orlando

    Jornal turco chama de 'pervertidos' as vítimas do atentado em Orlando

    © REUTERS / Mike Blake
    Mundo
    URL curta
    Massacre em boate nos EUA (25)
    1846

    O diário britânico informou que um jornal turco que apoia o presidente da Turquia Erdogan chamou de "pervertidos" as vítimas do tiroteio em Orlando (Flórida, EUA).

    50 pessoas morreram neste domingo (12) e outras 53 ficaram feridas em um clube gay em Orlando quando um homem abriu fogo indiscriminadamente contra os presentes.

    De acordo com o FBI, o atirador, antes do ataque ligou para o número de emergência 911 e disse apoiar o grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia).

    O Daily Mail escreve que a edição digital do jornal turco Yeni Akit inseriu um artigo intitulado "Somam 50 as vítimas no clube visitado por pervertidos homossexuais ".

    Esse jornal é conhecido por sua intolerância em relação aos judeus, ateístas e cristãos, escreve o Daily Mail.

    Segundo a organização Hrant Dink Foundation, dedicada ao estabelecimento de laços culturais, nos primeiros quatro meses de 2013, o jornal Yeni Akit publicou 175 artigos que promovem o ódio contra vários grupos étnicos e religiosos.

    Tema:
    Massacre em boate nos EUA (25)

    Mais:

    Orlando: Putin envia telegrama de condolências a Obama
    Dilma comenta atentado em Orlando e condena intolerância e preconceito
    Obama chama tiroteio em Orlando de ‘ato de terror, ato de ódio’
    Trump classifica atentado de Orlando como demonstração de ódio islâmico
    Temer lamenta atentado em Orlando
    Tags:
    intolerância, atentado terrorista, Daesh, Orlando, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar