09:56 20 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Amigos e familiares de vítimas em Orlando

    Daesh assume autoria de atentado em Orlando

    © REUTERS/ Steve Nesius
    Mundo
    URL curta
    Massacre em boate nos EUA (25)
    505229168

    A agência de notícias Amaq divulgou, neste domingo, que o Daesh se responsabilizou pelo tiroteio que deixou 50 mortos em Orlando, nos EUA.

    “O ataque armado que tinha como alvo uma boate gay na cidade de Orlando, no estado americano da Flórida, que deixou mais de cem pessoas mortas ou feridas, foi executado por um combatente do Estado Islâmico (Daesh)”, segundo a agência.

    Na madrugada deste domingo, um homem abriu fogo em uma boate gay, em Orlando, provocando 50 mortes e deixado outras 53 pessoas feridas.  O massacre começou às 2h e terminou às 5h locais, com a morte de Omar Mateen, o atirador. Ele fez reféns por cerca de três horas até que a polícia decidiu entrar no local e o matou o homem durante uma troca de tiros.

    A polícia local considera a hipótese de que o assassino jurou aliança ao Daesh pouco antes de abrir fogo.

    Tema:
    Massacre em boate nos EUA (25)

    Mais:

    Obama chama tiroteio em Orlando de ‘ato de terror, ato de ódio’
    Trump classifica atentado de Orlando como demonstração de ódio islâmico
    Temer lamenta atentado em Orlando
    Atirador de Orlando é suspeito de aliança ao Daesh
    Tags:
    mortes, terrorismo, atentado, tiroteio, Estado Islâmico, Daesh, EUA, Orlando
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik