04:56 26 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    151
    Nos siga no

    Um policial de Tel Aviv, sem querer, deixou entrar em sua casa um terrorista assustado que havia acabado de participar de um atentado a tiros num mercado próximo à sua residência, informou nesta quinta-feria (9) o jornal The Jerusalem Post.

    O policial estava na rua, fora de serviço, acompanhado de sua família, quando ouviu os disparos. Antes de se dirigir para o local do incidente, ele resolveu levar a esposa e os filhos de volta ao apartamento, que ficava por perto. No caminho, no entanto, eles foram surpreendidos por um homem confuso e assustado que lhes pediu água. A família convidou o homem para entrar em sua casa e o policial partiu em direção ao mercado para ajudar seus colegas.

    Algum tempo depois, um segundo terrorista que participou do tiroteiro foi preso. Foi quando o policial percebeu que este usava roupas idênticas ao homem que ele havia deixado entrar em sua casa. Chocado, o agente correu ao encontro de sua família e conseguiu deter o criminoso.

    O jornal informa que, logo após realizar a prisão do hóspede indesejado, outros policiais também entraram armados em sua casa. Ao guardar as armas, no entanto, após perceber que tudo estava sob controle, uma das pistolas disparou por acidente. Por ironia do destino, o disparo causou um leve ferimento no braço de um dos oficiais – o dono do apartamento.

    O atentado no centro de Tel Aviv aconteceu na quarta-feira (8). Ao menos três pessoas morreram e nove ficaram feridas. Um dos terroristas foi morto no local, enquanto outros dois foram presos. Estes últimos, segundo informa o jornal, estavam vestidos como judeus ultra-ortodoxos.

    Tags:
    casa, assustado, atentado, terrorista, Tel Aviv, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar